Arsênio - Substâncias Mais Importantes de Todos os Tempos

Arsênio - Substâncias Mais Importantes de Todos os Tempos


Quando a palavra Arsênio - ou Arsénio (do latim arseniumdo grego άρσενιχόνauripigmento amarelo - vem à mente, poucos pensam em seus usos médicos, que remontam à Grécia antiga e a China há mais de dois milênios atrás. Mais recentemente, potássio arsenite - agora um tratamento anticancerígeno respeitável  - foi vendido como uma medicação cura-tudo no início de 1786.

De importância muito maior, Arsphenamine (Salvarsan), um medicamento contendo Arsênico orgânico, foi utilizado como a primeira cura autêntica para a sífilis, para a humanidade atormentada a partir do século XVI.

Arsênio é conhecido desde tempos remotos assim como alguns de seus compostos, especialmente os sulfetos. Dioscórides e Plínio conheciam suas propriedades; Celso Aureliano, Galeno e Isidoro Largus sabiam de seus efeitos irritantes, tóxicos, corrosivos e sua ação parasiticida, e observaram suas virtudes contra a tosse, afecções da voz e dispneia. Os médicos árabes usaram também compostos de Arsênio em inalação, pílulas e poções, e também em aplicações externas. Durante a Idade Média os compostos arsenicais caíram no esquecimento sendo relegados aos curandeiros que os prescreviam contra algumas enfermidades. Roger Bacon e Alberto Magno se detiveram no seu estudo. O primeiro que o estudou em detalhes foi George Brandt em 1633, e Johann Schroeder o obteve em 1649 pela ação do carvão sobre o ácido arsênico. A Jöns Jacob Berzelius se devem as primeiras investigações acerca da composição dos compostos de arsênio.


A partir do século XVIII os compostos arsenicais conseguiram um posto de primeira ordem na terapêutica até serem substituídos pelas sulfamidas e os antibióticos.

O papel de Arsênico como um medicamento, no entanto, foi ofuscado por sua reputação de veneno entre os tempos da Roma antiga e do século XIX. Foi isolado pela primeira vez como um elemento em 1250. Era o veneno de escolha para os profissionais, Trióxido de Arsênico (Arsênico Branco) é incolor, quase sem gosto, e prontamente dissolvível em água e outros líquidos de consumo. Assim, as vítimas são indiferentes à sua morte iminente. Enquanto os sinais e sintomas da estricnina e o envenenamento por cianeto sejam bem mais óbvios.

Um dos primeiros envenenadores mais infames e de grande sucesso foi Agrippina. A irmã de Calígula usou o Arsênico em seu marido para libertá-la a se casar com o imperador romano Claudius, seu tio.

Muitos envenenamentos mais tarde, seu filho Nero de dezesseis anos de idade, tornou-se imperador. O Trióxido de Arsênico era uma marca da família aperfeiçoada pelos Borgias de Itália renascentista, particularmente Rodrigo (o Papa Alexandre VI) e seus filhos, Cesare e Lucrécia. Dois séculos mais tarde, Tofana de solução de Arsênico da Sicília do Aqua Tofana teria sido responsável pela morte de 500-600 pessoas.

A época do "pó de herança" diminuiu significativamente em 1836, quando o químico britânico James Marsh desenvolveu um teste químico irrefutável ​​e altamente sensível para a presença desse veneno nos tecidos.


Série

As Substâncias Mais Importantes de Todos os Tempos:




Deixe seus comentários, compartilhe este artigo!


⬛◼◾▪ Social Media ▪◾◼⬛
• FACEBOOK • TWITTER • INSTAGRAM  • TUMBLR   GOOGLE+   LINKEDIN   PINTEREST


⬛◼◾▪ Blogs ▪◾◼⬛
• SFE®  • SFE Tech®  • SFE Terms®  • SFE Books®  • SFE Biography® 

⬛◼◾▪ CONTATO ▪

Vitrine

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...