Views

nVs

Vitrine

Inbound Marketing - Marketing de Atração - Posso implementar?

Inbound Marketing - Posso implementar?













Podemos dividir o processo de Inbound Marketing em 5 etapas principais:
  1. Atrair tráfego
  2. Converter visitantes em leads
  3. Converter leads em vendas
  4. Fidelizar os clientes e aumentar as margens
  5. Encantar seus clientes e transformá-los em promotores


Quer dizer que quando produzimos e entregamos o conteúdo certo, no momento e no local correto, as pessoas absorvem melhor as informações e ficam mais propensas a interagir.
Através do Inbound marketing, as marcas são encontradas mais facilmente na rede e os consumidores direcionados aos sites, através da geração de conteúdos que agreguem valor.
Inbound Marketing ou Marketing de Atração é uma forma de publicidade on-line na qual uma empresa se promove através de blogs, podcasts, vídeo, eBooks, newsletters, whitepapers, SEO e outras formas de marketing de conteúdo.


  • Inbound Marketing custa 62% menos que o Outbound Marketing.
  • 2/3 dos empresários dizem que o blog é “crítico” ou “importante” para seu negócio.
  • 67% das companhias B2C e 41% das companhias B2B adquiriram um cliente através do Facebook.
  • 57% das empresas adquiriram um cliente através do Blog e 42% através do Twitter.
  • Companhias que utilizam blogs tem 97% mais links para seus sites.
  • 70% das empresas dizem que blogam pelo menos uma vez por semana.
  • 92% das empresas que blogam várias vezes por dia adquiriram um cliente a partir do seu blog.
  • 46% das pesquisas diárias são para obter informações sobre produtos e/ou serviços.
  • 72% dos executivos dizem que as mídias sociais ajudam no fechamento de negócios.
  • 275% é o ROI (retorno sobre investimento) médio produzido a partir de campanhas de relações públicas online.



Formas de se fazer Inbound Marketing:

Existem inúmeras, talvez infinitas formas de se praticar essa forma de marketing. Como o foco está em produzir e compartilhar conteúdo atraente conheça alguns formatos:
  • Publicação de posts de blog;
  • Divulgação de Infográficos;
  • Ebooks e Whitepapers;
  • Webinars e Podcasts;
  • Relações Públicas;
  • Questionários;
  • Guest posting;
  • Social Bookmarking;
  • Fóruns online;
  • Vídeos online;
  • Marketing em Comentários;
  • E-mail marketing;
  • SEO;
  • Conteúdo em Mídias Sociais;
  • Estratégias em Blogs.

As diferenças entre Inbound e Outbound Marketing

Mas para entender o Inbound é preciso também entender o Outbound, uma estratégia que segue princípios bem diferentes.
Outbound se refere ao marketing tradicional, que usa a interrupção para se comunicar com seu público.
É a mensagem imposta no meio da revista que você lê, o intervalo comercial da TV e até um anúncio avulso no meio do post do seu blog preferido.
Você não necessariamente pediu para ver aqueles anúncios e muitas das vezes ele nem foi criado para você, mas eles estão ali gritando sua atenção.
Hoje, o Outbound Marketing não é tão eficaz quanto já foi há décadas. O consumidor está mais seletivo e não aceita interrupções.
Hoje ele pode gravar um programa de TV e pular todos os comerciais, ele quase não lê mais materiais impressos e com um clique ele pode parar de seguir todas as marcas na internet que forem muito invasivas.
O que ele quer é conteúdo de qualidade, sem interrupções e sem tratá-lo com verbos de ação. Quem toma a decisão de compra é ele e ele quer marcas mais abertas ao diálogo e ao respeito.
É neste cenário que o Inbound Marketing se faz uma ótima estratégia, pois ele não é invasivo e consegue ser mais seletivo na hora de impactar seu público com sua mensagem.
Inbound atinge as pessoas que realmente estão interessadas naquela mensagem, naquele momento. Não é invasivo, mas útil. O que aumenta significantemente suas chances de conversão.
Sobre os custos, o Outbound geralmente exige mais investimento do que o Inbound. Uma pesquisa apontou que o Inbound gasta 62% menos em cada lead gerado do que o marketing tradicional.
E outros diversos números já provaram que as taxas de conversão do Inbound são exponencialmente melhores. Isso acontece porque, no Inbound, você está justamente falando com o público na hora certa e no momento certo.
E investir 1 real no consumidor que já está pré-disposto a comprar é sempre melhor do que investir 1 milhão para atingir 100 consumidores e torcer para que pelo menos 1 deles queira seu produto ou serviço.
Outra diferença entre as duas estratégias é a mensuração de resultados. No Inbound é possível acompanhar as conversões em tempo real e, se algo não estiver de acordo, mudar completamente a mensagem ou estratégia e reverter o quadro.
Já no Outbound, revisar uma comunicação é mais complicado.
Você colocar no ar e só consegue mensurar resultados depois. É quase um tiro no escuro, por isso investir em pesquisas anteriores é tão importante no Outbound, pois aumentam as chances de acerto apesar de aumentar o investimento.


brazilsalesforceeffectiveness@gmail.com

✔ Brazil SFE®✔ Brazil SFE®´s Facebook´s Profile  Google+   Author´s Professional Profile  ✔ Brazil SFE®´s Pinterest       ✔ Brazil SFE®´s Tweets
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...